sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Família Conopophagidae

Conopophagidae
São pássaros insetívoros, habitantes de matas de terra firme, da família dos Chupa-dentes
Ordem:
SubOrdem:
Parvordem:
Família:
 Sclater & Salvin, 1873

Composição
6 Espécies

Chupa-dente_Conopophaga lineata


Chupa-dente-de-capuz_Conopophaga roberti



chupa-dente-de-cinta_Conopophaga aurita

fêmea


chupa-dente-do-peru_Conopophaga peruviana

chupa-dente-grande_Conopophaga melanogaster


fêmea

Cuspidor-de-máscara-preta_ Conopophaga melanops



terça-feira, 11 de outubro de 2016

Família Cotingidae - Subfamília Rupicolinae

Esta subfamília é constituída por galo-da-serra e saurás.

O Galo-da-serra é umas das aves mais belas do continente americano. Vive solitário, buscando alimento na floresta, sendo de difícil visualização. Habita os estratos inferior e médio das florestas úmidas localizadas em escarpas rochosas, principalmente nas proximidades de córregos sombreados. É frugívoro, mas também caça insetos, lagartixas e rãs.

O Saurá, também conhecido como anambé, habita os estratos inferiores e médio das florestas umidas, alimentando-se de frutos. Vive solitário.

O Saurá-de-pescoço-preto é frugívoro, habitando a copa das florestas densas.

galo-da-serra_Rupicola rupicola



fêmea

saurá _Phoenicircus carnifex



fêmea

saurá-de-pescoço-preto_Phoenicircus nigricollis


terça-feira, 4 de outubro de 2016

Família Cotingidae - Subfamília Pipreolinae

 Constitui uma das espécies de anambé menos conhecidas em campo.
Endêmico dos tepuis na fronteira com a Venezuela (Roraima) vive nas matas de montanhas acima dos 1300 m de altitude. 

anambé-de-whitely_Pipreola whitelyi



fêmea

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Família Cotingidae - Subfamília Phytotominae

O Corta-ramos vive preferencialmente em florestas naturais, mas pode ser encontrado também em áreas agrícolas, em bosques isolados e também em jardins. No inverno, eles formam pequenos grupos e as populações mais meridionais migram até o sul do Brasil. Costuma buscar o topo de uma árvore ou arbusto para vocalizar, faz sons que se assemelham a uma porta rangendo.

Encontrado, no Brasil, no extremo sudoeste do Rio Grande do Sul, principalmente na vegetação conhecida localmente como matos de espinilho, que são grupamentos de pequenas árvores espinhentas.

corta-ramos_Phytotoma rutila_ocorre no Estado do Rio Grande do Sul


macho novo

macho novo

fêmea


segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Família Cotingidae – Subfamília Cotinginae

Ordem:           Passeriformes
SubOrdem:   Tyranni
Parvordem:   Tyrannida
Superfamília:           Cotingoidea
Família:         Cotingidae


Espalhando-se desde o México até o Rio Grande do Sul e Missiones, na Argentina este grupo reúne alguns dos mais belos pássaros das Américas. Algumas espécies são típicas de planícies ou baixadas litorâneas florestadas enquanto outras ocorrem apenas em locais montanhosos, principalmente no Sudeste e na fronteira com as Guianas e a Venezuela.

São pássaros frugívoros, mas podem incluir insetos e outros artrópodes em sua dieta. Geralmente engolem os frutos com as sementes inteiras, regurgitando-as posteriormente e tornando-se assim, grandes dispersoras ornitócoras. Devido a sua dieta à base de frutas, vivem mais nas copas de florestas densas. Porém, algumas espécies, parecem se adaptar a matas secundárias adjacentes às matas primáreas.

Algumas espécies como o pavó (Pyroderus scutatus) e a tesourinha-da-mata (Phibalura flavirostris) realizam migrações sazonais no Sudeste, à procura de frutos. É possível que tais deslocamentos aconteçam com as espécies amazônicas também, mas faltam estudos sobre o assunto.

Durante o acasalamento, os machos em geral se associam em arenas dispersas pelas copas exibindo-se em voo ou por meio de rituais comunitários. Após o acasalamento, a fêmea constrói um ninho semelhante ao das pombas ou seja, uma plataforma rala e simples na maioria das espécies ou ainda semelhante ao ninho dos beija-flores. O macho não participa dos cuidados com a prole.

Esta família é composta de 4 subfamílias: Pipreolinae, Cotinginae, Rupicolinae e Phytotominae


A seguir começaremos a apresentar as espécies que compõem a Subfamília Continginae

anambé-azul_Cotinga cayana


fêmea


anambe-branco-de-bochecha-parda ou araponguinha-de-cara-preta_tityra inquisitor


fêmea

Anambé-branco-de-máscara-negra_tityra semifasciata

anambe-branco-de-rabo-preto ou araponguinha-de-rabo-preto_tityra cayana
 

fêmea

macho e fêmea

Anambé-de-asa-branca_Xipholena atropurpurea



anambé-de-cara-preta_Conioptilon mcilhennyi 



anambé-de-peito-roxo_Cotinga cotinga


anambé-de-rabo-branco_xipholena lamellipennis


fêmea

anambé-militar_Haematoderus militaris


anambé-pombo_Gymnoderus foetidus



anambé-pompadora_Xipholena punicea


fêmea


anambé-preto_Cephalopterus ornatus


anambé-una_Querula purpurata 


fêmea

araponga_Procnias nudicollis


fêmea

araponga-da-amazônia_Procnias albus


Araponga-do-horto_Oxyruncus cristatus

araponga-do-nordeste_Procnias averano


corocochó_Carpornis cucullata


cotinga-azul_Cotinga maynana


cotinga-de-garganta-encarnada_Porphyrolaema porphyrolaema


crejoá_cotinga maculata 



cricrió_Lipaugus vociferans

cricrió-de-cinta-vermelha_Lipaugus streptophorus_ocorre em Roraima

maú_Perissocephalus tricolor


pavó_Pyroderus scutatus


sabiá-pimenta_Carpornis melanocephala


saudade_Tijuca atra

saudade-de-asa-cinza_Tijuca condita_endêmica no Estado do Rio de Janeiro


tesourinha-da-mata_Phibalura flavirostris


tropeiro-da-serra_Lipaugus lanioides